CADEIRA 33

ACADÊMICOSQUADRO ACADÊMICO

Luiz Osvaldo Leite

Bacharel e licenciado em Filosofia, Luiz Osvaldo Leite também frequentou o curso de Teologia da Faculdade Cristo Rei, de São Leopoldo, que originou a Unisinos. Fez diferentes cursos de pós-graduação, entre eles o de especialização em Orientação Educacional; o Programa do Premem, concluído na Universidade da Califórnia, em San Diego, nos Estados Unidos; e o de Filosofia, na UFRGS.

Atuou como professor do Ensino Médio e Fundamental em diversas escolas de Porto Alegre, como Colégio Anchieta e Infante Dom Henrique. Foi professor da UFRGS durante muitos anos, e também integrou o corpo docente da PUCRS, Unisinos, Furg, Feevale e Fapa.

Já ocupou o cargo de presidente da Ospa, diretor da Divisão de Cultura da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, diretor da editora da UFRGS, chefe de gabinete do reitor e diretor do Instituto de Psicologia da mesma universidade. Foi conselheiro do Conselho Municipal do Patrimônio Artístico, Histórico e Cultural (Compahc) e membro do Conselho Estadual da Cultura, do Conselho da Ospa, do Comitê de Ética da UFRGS.

Publicou uma centena de obras, capítulos de livros e artigos, da área de Filosofia, Educação Ética, História, Psicologia e Teologia. Em 2012, lançou a autobiografia “Octogesima adveniens: chegando aos oitenta”.

Entre os títulos honoríficos, destacam-se: Professor Emérito da UFRGS; Medalha Cidadão de Porto Alegre; Prêmio Joaquim Felizardo, na área do Memória Cultural; Troféu Destaque UNITV; Troféu Açorianos de Música, Menção Especial; Comenda do Liceu Musical Palestrina; Comenda Santa Cecília (Ospa) e Medalha Simões Lopes Neto do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Mais informações no Currículo Lattes do acadêmico.

continue lendoVOLTARcontinue lendo

Academia Rio-grandense de Letras

Unimed RS

PATRONOS

CADEIRA 5

Bernardo Taveira Júnior

(por Amir Feijó Pereira)

Bernardo Taveira Júnior nasceu em Rio Grande a 5 de julho de 1836 e faleceu na cidade de Pelotas aos 19 de setembro de 1892. Completou os preparatórios em São Paulo para onde se transferiu com o objetivo de ingressar na Faculdade de Direito; faltando-lhe recursos, voltou para a província. Durante toda sua vida exerceu o magistério, chegando a fundar uma escola em São Gabriel, onde viveu por quatro anos. Após, regressou a Pelotas para continuar exercendo a mesma profissão até seus últimos dias.

Em Pelotas exerceu o magistério...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo