NOTÍCIAS

Assembleia Geral: eleição de novo acadêmico

26 de setembro de 2019

CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL

ELEIÇÃO DE NOVO ACADÊMICO

Porto Alegre, 26 de setembro de 2019

Ilmo(a). Sr(a). Acadêmico(a)

Encerrou-se, no dia 25 de setembro de 2018, o prazo para inscrição de candidaturas à Cadeira 8 da Academia Rio-Grandense de Letras, cujo patrono é José Teodoro de Souza Lobo e que restou vaga por ocasião do falecimento de seu último ocupante, o jornalista Raul Moreau Neto, em 06 de outubro de 2016.

Divulgamos, a seguir, a nominata dos candidatos, em ordem alfabética:

  1. Adão Wons
  2. Adriano Luís Turelli Spezia
  3. Ari Heck
  4. Carlos Giovani Delevati Pasini
  5. Célia Silva Jachemet  
  6. Christian David
  7. Daniel Wolff
  8. Eliane Tonello
  9. Felipe Daiello
  10. Iara Almansa Carvalho
  11. Iva da Silva
  12. Ivanor Irineu Ferronatto
  13. Izabel Eri Diehl de Camargo
  14. João Marcos Adede y Castro
  15. José Alberto Wenzel
  16. José Pio Rodrigues Furtado
  17. Renato Sastre Pratini
  18. Roberto Schmitt-Prym

Relembramos que o processo eleitoral seguirá as regras do Estatuto e do Regimento interno, bem como o parecer da Comissão Eleitoral, que interpreta as regras, estabelece os dispositivos práticos dos procedimentos e vem sendo já divulgado há algumas semanas.

Ante o exposto, a Diretoria da Academia Rio-Grandense de Letras ora convoca assembleia geral, a ser realizada no dia 31 de outubro, quinta-feira, em primeira chamada às 15h30min e em segunda e última chamada às 15h45min, na sede do sodalício (Rua dos Andradas, 1234, conjunto 1002), para eleição do novo ocupante da Cadeira 8. Maiores informações sobre a eleição serão remetidas a todos os acadêmicos ao longo das próximas semanas.

Rafael Bán Jacobsen                         

Presidente da Academia Rio-Grandense de Letras

Academia Rio-grandense de Letras

Unimed RS

PATRONOS

CADEIRA 24

Zeferino Brasil

Antônio de Souza Zeferino Brasil nasceu em Porto Grande, município de Taquari, Rio Grande do Sul, em 24 de abril de 1870, sendo filho de João Antônio de Sousa e Tausta Carolina de Sousa. Estudou no Colégio Rio-Grandense em Porto Alegre no ano de 1883 e cursou a Escola Normal de Porto Alegre pela qual se diplomou professor em 1889.

Funcionário público estadual desde 1889, tendo servido na Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sal até aposentar-se. Foi ainda professor de Retórica e Poética. Jornalista, pertenceu à redação do Jornal...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo