NOTÍCIAS

Divulgada lista das obras inscritas no Prêmio Academia Rio-Grandense de Letras 2019

01 de setembro de 2019

 

A Academia Rio-Grandense de Letras divulga a seguir a lista das obras inscritas no seu prêmio literário anual. A divulgação dos finalistas deverá ocorrer na primeira quinzena de novembro, e o anúncio dos grandes vencedores ocorrerá em cerimônia a ser realizada no dia 05 de dezembro, no Auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas 1223, Porto Alegre - RS). 

 

LISTA DE OBRAS INSCRITAS NO PRÊMIO ACADEMIA RIO-GRANDENSE DE LETRAS 2019

TROFÉU DYONÉLIO MACHADO (Tese ou dissertação acadêmica)

  1. Fábio Varela Nascimento – “Cyro Martins – os anos decisivos (1908-195”
  2. Henrique Perin – “Roque Callage e os Esquecidos d’A Cidade: a exclusão social em Porto Alegre através do olhar de um cronista (1925-1930)”
  3. Jocelito Zalla – “A invenção de Simões Lopes Neto: literatura e memória histórica no sul do Brasil”
  4. José Antonio Klaes Roig – “A Estética do Espelho de Erico Verissimo em Solo de Clarineta e Breve História da Literatura Brasileira”
  5. Naira Hofmeister de Araujo – “Estudo sobre a vida e a obra de Apolinário Porto Alegre”
  6. Valéria de Castro Fabricio – “De Blau a Riobaldo: a estratégia de narração como legado”

TROFÉU SIMÕES LOPES NETO (Conto ou miniconto)

  1. Alda Paulina Borges – “Alma de Oceano”
  2. Andrea Barrios – “Ao menos um descanso”
  3. Andréia Pires – “Azaleia para erva de passarinho”
  4. Antonio Schimeneck – “Horas Mortas”
  5. Athos Ronaldo Miralha da Cunha – “Tintos e Contos”
  6. Augusto Darde – “Ali onde a nuvem começa”
  7. Bernardete Kurtz – “Retalhos de Vida”
  8. Christian David – “Mortos na estofaria”
  9. Daniel Gruber – “O Jardim das Hespérides”
  10. Demetrius Bortoluzzi – “O Diário de Thánatos”
  11. Diego Araújo R. Pereira – “Sal a gosto”
  12. Douglas Ceccagno – “Ópera Subterrânea”
  13. Duda Falcão – “Comboio de Espectros”
  14. Filipe Smidt Nunes – “Histórias não contadas nos almoços de domingo”
  15. Gustavo Melo Czekster – “Não há amanhã”
  16. Ione Russo – “Luto em carne viva: uma história de amor”
  17. José Francisco Botelho – "Cavalos de Cronos”
  18. Joselma Noal – “Duzentos”
  19. Lígia Messina – “Aventuras de Georgina”
  20. Lucio Feliciate – “A Casa Restaurada”
  21. Luís Augusto Farinatti – “Verão no fim do mundo”
  22. Marcelo Degrazia – “A Bandeira de Cuba”
  23. Marcelo Rocha – “Lucidez”
  24. Maria Avelina Fuhro Gastal – “Nós”
  25. Maria Luiza Vargas Ramos – “Fragmentos”
  26. Martim César – “Sangradouro”
  27. Matheus Grasso Kauppinem – “O Contêiner”
  28. Miguel da Costa Franco – “Não Romance”
  29. Olavo Amaral – “Dicionário de Línguas Imaginárias”
  30. Renata Machado – “Mosaico de Reflexos”
  31. Roberto Pelegrini Coral – “Coral canta a grande tristeza”
  32. Rogério Gastal Xavier – “Contos de Pégaso”
  33. Ryan Mainardi – “Sobre diferentes formas de amar”
  34. Tobias Carvalho – As Coisas”
  35. Vitor Biasoli – “O fundo escuro da hora”

TROFÉU ALCEU WAMOSY (Poesia)

  1. Alberto Chaves Schlöttgen – “As Dúvidas do Ser: em poesia e prosa”
  2. André Flores – “Subjetiva Poesia”
  3. Andréia Borges de Azevedo – “Na direção das montanhas...”
  4. Carlos Saldanha Legendre – “A Partilha do Caos”
  5. Carolina Meyer Silvestre – “Língua-mãe”
  6. Dilan Camargo – “A Arte do Medo”
  7. Eduardo Guimaraens – “Poemas”
  8. Eliane Tonello – “Encontro nas estações”
  9. Irene Caraver – “O amor e outras levezas”
  10. Iva da Silva – “Seleção Literária”
  11. José Nedel – “Vida Breve: Sonetos”
  12. Laís Chaffe – “Segue anexa minha sombra”
  13. Leandro Angonese – “Ella”
  14. Maria Carpi – “Uma Casa no Pampa”
  15. Mateus Heck – “Visões”
  16. Michelle C. Buss – “Não nos ensinaram a amar ser mulher”
  17. Nando Donel – “Rota de mim”
  18. Nelson Brauwers – “Memórias de Outro”
  19. Renato Lacerda Isquierdo – “As Aves Solitárias da Poesia”
  20. Renato Sastre Pratini – “Símbolos de uma alma – eu refúgio de mim”
  21. Ronald Augusto – “Entre uma praia e outra”
  22. Rossyr Berny – “O gemido animal do homem”
  23. Ryan Mainardi – “Poemas de isolamento”
  24. Sabrina Dalbelo – “Lente de aumento para coisas grandes”
  25. Teniza Spinelli – “Dança de cata-ventos”
  26. Vanessa Silla – “¿Con qué sueñas?”

TROFÉU ALCIDES MAYA (Narrativa Ficcional Longa)

  1. Athos Ronaldo Miralha da Cunha – “O Código Locatelli”
  2. Carol Bensimon – “O Clube dos Jardineiros de Fumaça”
  3. Cristiano Baldi – “Correr com rinocerontes”
  4. Dalcy Angelo Fontavive – “Escolhas”
  5. Eduardo Krause – “Brava Serena”
  6. Fernanda Mellvee – “Amarga Neblina”
  7. Ivanor Irineu Ferronatto – “Você matou a gorda?”
  8. Jéferson Tenório – “Estela sem Deus”
  9. Joseph Meyer – “Walachai”
  10. Kelli Ferreira Pedroso – “As horas não importam mais”
  11. L. F. Hack – “As Crônicas Amazonas – Livro I – A Guerra dos Gigantes”
  12. Léo Ustárroz – “Resgate em Pamplona”
  13. Leonardo Brasiliense – “Roupas sujas”
  14. Letícia Copatti Dogenski – “A Última Rosa do Verão”
  15. Lisana Bertussi – “Uma fresta no sótão”
  16. Luis Ignacio Moreira – “A Miséria”
  17. Luísa Aranha – “As vantagens de ser traída”
  18. Luisa Geisler – “De espaços abandonados”
  19. Luiz Carlos Torres Araújo – “A noite não termina: coragem, luta e sangue por um outro amanhã”
  20. Maria Cristina Rabello de Moraes – “Meio mais meio dá um e meio”
  21. Maya Falks – “Histórias de Minha Morte”
  22. Mildo Léo Zuge Fenner – “O casamento de Luíza”
  23. Nilson Luiz May – “Bosque da Solidão”
  24. Pio Furtado – “O Derradeiro Bandeirante”
  25. Rafael Guimaraens – “Fim da linha”
  26. Samir Machado de Machado – “Tupinilândia”
  27. Ubirajara da Silva Santos – “Noites de São João: faça parte dessa aventura fascinante”
  28. Valmor Quadros de Souza – “Férias de Verão”
  29. Wanderson de Araujo Benes e Igor Martins Lopes – “Sentimentos”

TROFÉU CARLOS URBIM (Literatura Infanto-Juvenil)

  1. Ana Paula Mariano Pregardier – “Parque do Tempo”
  2. Ari Heck – “Arizinho – um jogador muito especial”
  3. Celso Gutfreind – “O esquilo que se achava”
  4. Christian David – “Quintal de Sonhos”
  5. Cíntia Garcia – “O canto de Gil, o macaco bugio”
  6. Denise Weinreb – “A mandala do sabor”
  7. Dilan Camargo – “A Cidade dos Ventos”
  8. Eliandro Rocha – “Natalino”
  9. Felipe Shen – “Aventuras de Martina”
  10. Gabriel Cianeto – “Oceano Sorvete de Uva”
  11. Lígia Messina – “Joca, o carteiro”
  12. Lisete Bertotto Corrêa – “A Ovelhinha Fedorenta”
  13. Lucas Barroso – “Um gato que se chamava Rex”
  14. Lucas Krüger – “A Careca do Galo”
  15. Lucas Luz – “Pássaros de Papel”
  16. Márcia Mocellin – “A reinventora de histórias”
  17. Maria Luiza Puglia – “Histórias de (não) era uma vez”
  18. Maria Luiza Vargas Ramos – “Eu quero crescer! – Diário de uma pré-adolescente”
  19. Milene Barazzetti Machado – “Doutora dos Livros”
  20. Milene Barazzetti Machado – “Que monstro, menino?”
  21. Nelci Lourdes Back Oliveira – “A menina de shortinho xadrez”
  22. Rodrigo Munari – “Diferenças”
  23. Rogério Machado e Ana Paula Mariano Pregardier – “O Segredo da Constituição”
  24. Sandra Meyer Silvestre – “Rimas Divertidas”
  25. Valdir Piccoli Minuzzi – “O Gafanhoto Navegador”

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 14

Fontoura Xavier

Antônio da Fontoura Xavier nasceu em Cachoeira do Sul, interior do estado do Rio Grande do Sul, em 07 de julho de 1856 filho de Gaspar Xavier da Silva e Clarinda Amália da Fontoura Xavier. Estudou Humanidades no Rio de Janeiro de 1870 a 1873. Iniciou em 1874, no Rio de Janeiro, o curso de Engenharia, mas acabou não o concluindo. Em São Paulo, formou-se bacharel em Direito.

Jornalista desde a mocidade, fundou em 1876 A Gazetinha. Foi redator da Gazeta de Notícias, no Rio de Janeiro, e em 1884 de A Federação. Ingressou na carreira consular em 1885, servindo...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo