NOTÍCIAS

Lista de inscritos no Prêmio Academia Rio-Grandense de Letras

10 de outubro de 2018

Encerram, no dia 24 de setembro, as inscrições para o Prêmio Academia Rio-Grandense de Letras. 

As três categorias são Melhor Livro de Poesia, Melhor Livro de Literatura Infantil e Melhor Tese ou Dissertação sobre Literatura Gaúcha. O Prêmio, conferido anualmente, tem como objetivo destacar autores gaúchos que tenham obra consistente e de qualidade no cenário nacional, assim como promover a crítica literária sobre a literatura gaúcha.

Será concedido o Troféu Carlos Urbim ao melhor livro de literatura para a infância, independente de gênero, de autor sul-riograndense publicado nos anos de 2016 e 2017, em primeira edição. O melhor livro de poesia publicado no ano de 2017, em primeira edição, receberá o Troféu Alceu Wamosy. E para a melhor tese ou dissertação sobre literatura gaúcha em nível de mestrado ou de doutorado, que tenha como tema a obra de um autor sul-rio-grandense ou um texto literário escrito por autor do Estado (que tenha sido defendida nos anos de 2016 e 2017 em qualquer instituição de ensino superior), será entregue o Troféu Dyonélio Machado.

Os troféus serão confeccionados pelo artista visual Lucas Strey, entregues em cerimônia prevista para dezembro.

A seguir, a lista de inscritos, em ordem alfabética dentro de cada categoria:

TROFÉU ALCEU WAMOSY [CATEGORIA DE LIVRO DE POEMAS]

  1. A casa das mil janelas – Jeverton Lima
  2. A vida das sobras – Carlos Eduardo Caramez
  3. Ave, água – Cleonice Bourscheid
  4. Baseado em pessoas reais – Sabrina Dalbelo
  5. Cais do alheio – Deisi Beier
  6. Carrossel do mundo – Evanise Gonçalves Bossle
  7. Casa de papel – Gláucia de Souza
  8. Fragmentos – Marinês Bonacina
  9. Homenagem à nuvem – Lucas Krüger
  10. Inquietudes – Leandro Angonese
  11. Iva da Silva: poemas – Iva da Silva
  12. João & Maria: dúplice coroa de sonetos fúnebres – Leonardo Antunes
  13. Livro das Madalenas – Lúcia Bins Ely
  14. Mas é possível que haja outros – Rafael Iotti
  15. Mel e fel: poemas outonais – Nélsinês Urnau
  16. Mugido – Marília Floôr Kosby
  17. Nas cidades os sonhos não têm asas – Igor Luchese
  18. No mar não tem porto seguro – Bernardete Saidelles
  19. O homem provisório – Cássio Pantaleoni
  20. Poemas quase esquecidos – Marcos Fernandez Oliveira Cunha
  21. Prêt-à-porter – Ricardo Silvestrin
  22. Rocketman – Rique Ferrári
  23. Romântico visceral sob o céu fragmentário – Andrei Ribas
  24. Tesouro secundário – Celso Gutfreind
  25. Texturas & memórias – Nilva Ferraro

TROFÉU CARLOS URBIM [CATEGORIA DE LIVRO INFANTIL]

  1. A formiguinha valente – Vera Salbego
  2. Albertina, a vaca estradeira – Christina Dias
  3. Alfabeto poético dos nomes – Pablo Morenno
  4. Angol no sítio – Ruth Hellmann
  5. Barba Sucon – Ires Parisotto Caldieraro
  6. Bravura de passarinho – Lígia Messina
  7. De menino ou de menina? – Cacá Melo
  8. Duda de Yorkshore de volta ao reino – Marisa B. Krás Borges
  9. Irmão? Que confusão! – Cacá Melo
  10. Lendas entre laçadas – Lisete Johnson
  11. Manual de interação monstruosa – Christina Dias e Milene Barazetti
  12. O Compadre Graxaim e a Batalha dos Cafundós – Marco Aurélio Barbiero
  13. O menino e o sonho – Luciana Bridi
  14. O mundo de Nini, a menina das flores – Vera Mari Damian
  15. O rei descalço – Pablo Morenno
  16. O serelepe e o paradão – Amauri Antonio Confortin
  17. Picolé Lelé – Angela Dal Pos
  18. Piloto, o cão bombeiro, e Zeca, o gato enfermeiro – Lígia Messina
  19. Sangue real – Christian David
  20. Soja: um grãozinho importante – Roberta Bassani Federizzi, Mercedes Concórdia Carrão-Panizzi e Francisco Martins
  21. Toc! Toc! Quem é? – Patrícia Langlois
  22. Tons de Children – Mayra Salete Leie
  23. Versos de nem-te-ligo – Maria Helena Dancan Frantz

TROFÉU DYONÉLIO MACHADO [CATEGORIA DE TESE OU DISSERTAÇÃO ACADÊMICA]

  1. A variação entre os pronomes de primeira pessoa do plural “nós” e “a gente” numa amostra da literatura infanto-juvenil gaúcha – Ana Paula Moraes dos Passos de Oliveira
  2. Mapeamento e análise do cenário editorial e literário da Serra Gaúcha (2000-2016) – Aline Brustulin Cecchin
  3. O céu riscado na pele: uma poética do deslocamento – Andréia Alves Pires

Academia Rio-grandense de Letras

Unimed RS

PATRONOS

CADEIRA 34

Fernando Osório Filho

Fernando Luís Osório Filho nasceu em Pelotas, no Rio Grande do Sul, em 03 de novembro de 1886, filho de Fer-nando Luís Osório e Ernestina de Assunção Osório. Formou-se bacharel em Direito pela Faculdade Livre de Direito no Rio de Janeiro, em 1910. Exerceu a advocacia em sua cidade natal. Foi catedrático de Teoria Geral do Direito da Faculdade de Direito de Pelotas. Fundou e dirigiu a Academia de Comércio de Pelotas.

Foi professor do Ginásio Pelotense, diretor da Escola de Artes e Ofícios de Pelotas e presidente...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo