TEXTOSENSAIOS

Academia de Letras: o que é, o que deve ser - José Carlos Laitano
20 de junho de 2018

Por vezes é mais prático começar um debate pela negação: o que não deve ser uma Academia de Letras. Não deve ser palco para egos inchados ou prêmio no ocaso da vida, para reconhecimento como personalidade...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo

Dois nomes - José Carlos Laitano
20 de junho de 2018

Muitas personalidades integraram as diversas Academias no Rio Grande do Sul, hoje a Academia Rio-Grandense de Letras, mas dois deles destacaram-se como líderes cuja ação associativa permitiu a criação ou renovação...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo

Academia Rio-grandense de Letras

Unimed RS

PATRONOS

CADEIRA 32

Pedro Velho

Pedro de Castro Velho nasceu em Cachoeira do Sul, Rio Grande do Sul, em 29 de junho de 1879, sendo filho de Francisco Velho e Dulce de Castro Velho. Poeta boêmio nunca teve ocupação certa. Foi um dos mais populares da geração literária de seu tempo em Porto Alegre. Faleceu em Porto Alegre, capital gaúcha, no dia 06 de setembro de 1919.

Bibliografia: Ocasos, versos, Porto Alegre, Livraria Americana, 1906. 2a. Edição com acréscimos, póstuma, Porto Alegre, Globo, 1920. Inéditos e esparsos de Pedro Velho publicados por Walter Spalding...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo