Academia de Letras gaúcha quer mais espaço físico para a instituição

Do Portal do Governo 
 
O secretário de Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos (Smarh), Edu Olivera, acompanhado do secretário da Cultura, Victor Hugo, reuniram-se, nesse terça-feira (31), com o presidente da Academia Rio-grandense de Letras, Sérgio Augusto Pereira de Borja. A pauta do encontro ficou voltada para a necessidade de um espaço maior para a Academia gaúcha.
 
Edu Olivera disse que o Rio Grande do Sul, atualmente, apresenta uma série de dificuldades de ordem financeira. Ele destacou que o Estado tem imóveis em todo o Brasil e que a secretaria ainda está buscando organizar e avaliar a situação de cada um. Assinalou, contudo, "que tentaremos, dentro do possível, compor uma situação que seja favorável à Academia e sem que haja necessidade de utilizar recursos públicos para encontrar uma solução". 
 
Acompanhado por um grupo de acadêmicos gaúchos, Sérgio Borja, fez referência a antigas promessas de governos passados, "que não saíram do papel ou ficaram nas palavras empenhadas, mas que não continham uma assinatura formal". Porém, observou o presidente, "após este encontro, pela primeira vez, estou seguro que existe uma tentativa sincera de solução por parte dos órgãos públicos".
 
Também participaram da reunião o secretário adjunto da Cultura, André Kryszcun, e o diretor do Departamento de Administração do Patrimônio do Estado (vinculado à Smarh), Fernando Azambuja de Assis.