Academia Rio-Grandense de Letras receberá Comenda

O projeto de lei que concede a Comenda Porto do Sol à Academia Rio-Grandense de Letras foi aprovado nesta quarta-feira (10/06/2015) pela Câmara Municipal de Porto Alegre. A proposta tem a autoria da vereadora Lourdes Sprenger (PMDB). A Academia foi fundada no dia 1º de dezembro de 1901, sendo filiada à Federação das Academias de Letras do Brasil e, desde 1953, declarada de utilidade pública.
 
Conforme o projeto aprovado, a entidade tem por objetivo estudar e fazer o levantamento vocabular do português falado no Rio Grande do Sul; pesquisar medidas que assegurem o fortalecimento e a expansão da cultura; cultuar e promover a memória, a vida e a obra dos escritores rio-grandenses vinculados à Academia; estimular as "belas letras", mediante convênio com outras entidades, instituindo concursos e troféus; colaborar com o Poder Público em tudo o que se relacione ao desenvolvimento cultural do Estado e manter intercâmbio cultural com as entidades similares, em âmbito nacional e internacional.
 
Segundo a vereadora, por muitas décadas a Academia não teve sede própria, e os acadêmicos reuniam-se em sedes de outras instituições. "Graças aos esforços dos acadêmicos Dante de Laytano e Francisco Pereira Rodrigues, hoje presidente de honra da Academia, o governo estadual concedeu um local fixo na Rua dos Andradas, 1.234, em 1992". Alguns anos depois, de acordo com o imóvel foi doado definitivamente à Academia.
 
Na pequena sede, conforme Lourdes, é mantida a pinacoteca com obras doadas e a biblioteca com livros de escritores rio-grandenses, além de documentos de memória da instituição. "Atualmente, a Academia está se esforçando para a conquista de uma nova sede, ampla e condizente com as atividades que se propõe a realizar, com espaço para auditório, lançamentos de livros e exposições de arte", conta a vereadora. 
 
Fonte: Câmara Municipal de Porto Alegre
Texto: Juliana Demarco (estagiária de Jornalismo)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)