A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou nesta sexta-feira, 21 de outubro de 2016, os livros finalistas do 58º Prêmio Jabuti, o maior prêmio de literatura no Brasil.

Foram selecionados os finalistas das 27 categorias do prêmio, entre os mais de 2400 inscritos.

Entre eles, está a acadêmica Jane Tutikian, com seu livro "Dani das nuvens", concorrendo na categoria Juvenil.

A cerimônia de entrega do Jabuti acontecerá em 24 de novembro, no Auditório Ibirapuera. Os primeiros colocados receberão o troféu Jabuti e R$ 3,5 mil. Os ganhadores dos segundos e terceiros lugares também ganharão o troféu.

Foto: Isadora Neumann / Agência RBS

 

Nesta quinta-feira, dia 30 de março, foi lançado, no Instituto Ling, o livro "Antígona, intriga e enigma: Sófocles lido por Hölderlin", da acadêmica Kathrin Rosenfield.

Nas palavras de Jacó Guinsburg: Tomado por Dioniso, mas encantado com Apolo, entre as luzes do classicismo de Goethe e as sombras ou penumbras de seu próprio ultrarromantismo, Hölderlin faz a sua leitura renovadora da Antígona de Sófocles. Vai buscá-la não apenas na praça meridiana do Agon, mas no abismo titânico da mitografia. E é aí que a análise de Kathrin H. Rosenfield vai iluminá-lo em "Antígona, Intriga e Enigma: Sófocles Lido Por Hölderlin", com toda a força renovadora da sua erudição histórica, do seu agudo senso crítico e da clara percepção do seu objeto. Liberta-se assim, para o leitor brasileiro de hoje, a figura de corpo inteiro desse poeta que, ridicularizado em seu tempo, alforriou os versos gregos de camadas e mais camadas de interpretações anacrônicas e cristianizantes. E você, em sua companhia, guardado por ela, caro leitor, especialista ou não, poderá decifrar esse clássico enigma ou ter uma ideia instigante das peripécias trágicas que tornam a figura de Antígona, para nós, uma personagem viva no imaginário ou na cena do século XXI, e o texto de Sófocles um poema redivivo pelo sopro da eternidade criativa.

Mais informações na matéria de Fábio Prikladnicki no jornal Zero Hora, que pode ser lida AQUI

 

O acadêmico Alcy Cheuiche foi escolhido Patrono da Feira do Livro de Guaíba e terá destacada participação na programação do evento:

09/05 (sábado) - às 19h: abertura da Feira com presença do Patrono.

12/05 (terça-feira) - às 14h: oficina sobre o processo criativo do romance “O Farol da Solidão” (com 2 horas de duração), direcionada aos professores da rede municipal.

14/05 (quinta-feira) - às 19h: bate-papo com escritor Alcy Cheuiche, jornalista e acadêmico Walter Galvani e Rogério Madrid. Às 20h: sessão de autógrafos de “O Farol da Solidão”.

17/05 (domingo) - às 16h: atividade do acadêmico Alcy Cheuiche com os pequenos leitores e sessão de autógrafos dos livros “A Caturrita Americana” e “O Ventríloquo”. Às 19h: encerramento da Feira.