CADEIRA 4

ACADÊMICOSQUADRO ACADÊMICO

Gaspar Silveira Martins

Gaspar Silveira Martins nasceu em Aceguá, município de Bagé, em 5 de agosto de 1835, filho de Carlos Silveira de Moraes Ramos e Maria Joaquina das Dores Martins. Foi alfabetizado em Cerro Largo no Uruguai e, já no Brasil, freqüentou em Pelotas o curso de latim do Prof. Antônio José Domingues. No Rio de Janeiro, cursou Humanidades com o Prof. Vitorio da Costa. Em Recife foi aprovado no curso de Direito, mas acabou concluindo o mesmo no Rio de Janeiro, onde, após a formatura, assumiu o cargo de juiz municipal. Foi deputado provincial no Rio Grande do Sul e Senador pelo mesmo Estado em 1880. Ainda assumiu o cargo de Presidente do Estado em 1889 e foi membro do Conselho do Imperador. Fundou o jornal A Reforma, no Rio de Janeiro, em 1867 e foi redator político de O País. Faleceu no Uruguai em 23 de julho de 1901. Gaspar Martins mantinha no país em que faleceu uma fazenda.

Dados pesquisados em:
MARTINS, Ari. Dicionário Escritores do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 1978.

continue lendoVOLTARcontinue lendo

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 10

Aquiles Porto Alegre

(por Leandro Silva Telles)

Nasceu Aquiles Porto Alegre na cidade do Rio Grande, em 29 de março de 1848, vindo menino para esta mui "leal e valorosa" cidade de Porto Alegre, tornando-se poeta, cronista e historiador.

Sua obra "ILUMINURAS" introduziu o "PARNASIANISMO" entre nós, segundo o professor GUILHERMINO CÉSAR. Característica de suas poesias e das crônicas é o "fatalismo", o acontecimento funesto.

Nosso saudoso confrade e amigo, PEDRO LEITE VILLAS-BOAS, menciona em sua magistral...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo