CADEIRA 39

ACADÊMICOSQUADRO ACADÊMICO

Rossyr Berny

Rossyr Berny nasceu em 30 de agosto de 1952. Vive em Porto Alegre desde 1973, onde formou-se em Jornalismo, sendo Mestre em Teoria da Literatura, ambos pela PUCRS; e professor pela Faculdade de Formação de Professores, na São Judas Tadeu. Em 1974 publica seu primeiro texto, inaugurando sua estrada literária. Desde então, soma 22 obras publicadas nos campos da poesia, biografia e romance. Traduziu cinco livros do Espanhol para o Português, obras de Carlos Higgie, Nélida Marina Manfrú e Rubinstein Moreira. Igualmente foi traduzido na Argentina, por Perpétua Flores; no Paraguai, por Victor Casartelli e, no Uruguai, por Rubinstein Moreira. Dentre eles, "O gemido animal do homem", "Homem-Autômato: poemas", "Desuniverso", "O exercício da lágrima" e "Não se suicidar é preciso". Em 1985 fundou a Editora Alcance, uma das que mais pública no Rio Grande do Sul e a que mais publica poesia no Brasil. Editora e diretor têm recebido importantes prêmios nacionais e estrangeiros, como o Jabuti, São Paulo; Carlos Drummond de Andrade, Minas Gerais; Prêmio Raíces, Argentina; Carlos Sabat Ercasty, Uruguai, entre muitos outros.
 

continue lendoVOLTARcontinue lendo

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 40

Alceu Wamosy

Alceu de Freitas Wamosy nasceu em Uruguaiana, Rio Grande do Sul, em 14 de fevereiro de 1895, filho de José Afonso Wamosy e Maria de Freitas Wamosy. Es-tudou no Colégio Urugiiaianense, de sua cidade natal e em Alegrete. Jornalista desde a adolescência, Alceu Wamosy iniciou-se como redator de A Cidade em 1909 na cidade de Alegrete. Em 1911 já dirigia o mesmo.

Em Porto Alegre, foi redator, em 1915, de O Diário e A Federação. Em 1918, foi diretor em Santana do Livramento de O Republicano. Em 1923, com o início da Revolução...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo