CADEIRA 17

ACADÊMICOSQUADRO ACADÊMICO

Tabajara Ruas

Tabajara Ruas nasceu em Uruguaiana, em 11 de agosto de 1942.
Cursou arquitetura na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, concluindo na Det Kongelige Danske Kunstakademi, em Copenhage. Estudou cinema na High School de Vejle, na Dinamarca.
Entre 1971 e 1981 ficou exilado no Uruguai, no Chile, na Argentina, na Dinamarca, em São Tomé e Príncipe e em Portugal devido à sua atuação política na ditadura militar.
Tabajara atua em cinema desde 1978, como diretor, roteirista e produtor. Em 1999, com Beto Souza, roteirizou e dirigiu seu primeiro longa-metragem, Netto perde sua alma, baseado em seu livro homônimo.
Entre 2002 e 2003 foi consultor especial da Rede Globo na minissérie "A casa das sete mulheres". Em 2007, lançou o documentário longa-metragem "Brizola - Tempos de Luta", sobre o político Leonel Brizola.
Ruas dirigiu outros quatro longas-metragens de ficção: "Netto e o domador de cavalos" (2008), "Os senhores da guerra" (2012), "A cabeça de Gumercindo Saraiva" (2018) e "Perseguição e cerco a Juvêncio Gutierrez", com lançamento previsto para 2024.
"A região submersa", seu primeiro romance, foi publicado em 1978 em Portugal e na Dinamarca. No total, são 11 livros publicados no Brasil e traduzidos em 10 países. Também publicou folhetins, ensaios, artigos, participou de coletâneas e fez traduções, além de editar diversos livros para publicidade. Pesquisa realizada pela Editora da UFRGS com 40 críticos e intelectuais (publicada pelo jornal Zero Hora) escolheu Tabajara Ruas como um dos dez maiores romancistas do Rio Grande do Sul.
Entre diversos títulos e homenagens à sua obra, Tabajara foi condecorado com a ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, no grau de Comendador; recebeu a Medalha da Vitória do Ministério da Defesa, o Prêmio Erico Verissimo, a Medalha do Mérito Farroupilha, o Troféu Guri e o título de cidadão de Porto Alegre. Em 2020, foi agraciado com o Troféu Escritor do Ano pela Academia Rio-Grandense de Letras.[9] Foi escolhido como patrono da 69ª Feira do Livro de Porto Alegre.

Obras literárias

  • A Guerra dos Farrapos 1 ed. [S.l.]: L&PM Quadrinhos. 88 páginas (1985)
  • A cabeça de Gumercindo Saraiva 1 ed. [S.l.]: Editora Record. 226 páginas (1997)
  • O fascínio 1 ed. [S.l.]: Editora Record. 144 páginas (1997)
  • O amor de Pedro por João 1 ed. [S.l.]: Editora Record. 384 páginas (1998)
  • A região submersa 1 ed. [S.l.]: Editora Record. 304 páginas (2000)
  • Netto perde sua alma 1 ed. [S.l.]: Editora Record. 160 páginas (2001)
  • Perseguição e cerco a Juvêncio Gutierrez 7 ed. [S.l.]: Editora Record. 144 páginas (2001)
  • O detetive sentimental. Porto Alegre: Record (2008)
  • Diogo e Diana em: meu vizinho tem um rottweiller (e jura que ele é manso). Com Nei Duclós. Florianópolis: Galera Record. 
  • Diogo e Diana em: A trilha da lua cheia. Com Nei Duclós. Florianópolis: Galera Record (2011)
  • Minuano. Porto Alegre: Besouro Box (2014)
  • Gumercindo. Porto Alegre: Besouro Box (2015)
  • Os varões assinalados. O grande romance da Guerra dos Farrapos 1 ed. [S.l.]: L&PM Editores. 544 páginas (1985)

Filmografia

  • Netto perde sua alma - filme brasileiro de 2001
  • Brizola Tempos de Luta - documentário brasileiro de 2007
  • Netto e o Domador de Cavalos - filme brasileiro de 2008
  • Os Senhores da Guerra - filme brasileiro de 2016
  • A cabeça de Gumercindo Saraiva - filme brasileiro de 2018
  • Perseguição e Cerco a Juvêncio Gutierrez - filme brasileiro com lançamento previsto para 2024
continue lendoVOLTARcontinue lendo

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 38

Eduardo Guimarães

Eduardo Gaspar da Costa Guimarães nasceu em Porto Alegre no dia 30 de março de 1892, filho de Gaspar da Costa Guimarães e Balbina da Silveira Guimarães. Estudou na Escola Pública da Prof. Isabel Gama, no Colégio Rio-Grandense e no Colégio Júlio de Castilhos. Foi redator de A Hora e Rio Jornal, ambos no Rio de Janeiro em 1912. Foi funcionário público estadual desde 1913, tendo servido na Biblioteca Pública Estadual como diretor dessa instituição a partir de 1922, permanecendo no cargo até...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo