Raul Moreau Neto, nascido em 12 de novembro de 1943, em Estância Velha, começou a trabalhar em rádio em 1962, atuando na Rádio Gaúcha. 
 
Raul Moreau deixou o rádio em 1964 para trabalhar na empresa White Martins, mas retornou em 1966, a convite de Ari dos Santos para trabalhar na cobertura da Copa da Inglaterra. Moreau ficou no Brasil, fazendo a parte de produção, e Mendes Ribeiro foi para a Inglaterra. Além desta cobertura, ainda fez a Copa do Mundo de 1978 e de 1982. Na Rádio Gaúcha AM, desempenhou diversas funções, entre elas: redator de programas esportivos, no plantão esportivo, locutor, comentarista e apresentação de programas como Pré-Jornada, Protesto e a Quarta Dimensão do Sucesso. Ingressou na Rádio Guaíba em 1982 para apresentar o programa esportivo Manhã de Domingo, que era apresentado das nove da manhã às 13 horas. Apresentou o Preliminar, o plantão esportivo e foi locutor. Na rádio Pampa AM, apresentou o programa Raul Moreau. Por sua atuação como radialista, recebeu o Prêmio sobre Doação de Órgãos (1990) e o Prêmio Operação Golfinho (1997).
 
Na televisão, foi produtor e realizador dos programas (ao vivo) A mais bela voz do Rio Grande e Cidades Frente à Frente, na TV Gaúcha, hoje RBS-TV. Foi apresentador dos programas Pampa Boa Noite e Pampa Debates (TV Pampa), Debates com Raul Moreau (Canal 20 da NET), Democracia e Rio Grande de Todos Nós (TV Assembleia Legislativa) e Porto Capital (Poa-TV, Canal 6 da NET).
 
Teve marcante atuação em marketing e propaganda como profissional de criação, atendimento e planejamento, trabalhando em importantes agências, como a MPM Propaganda. Foi Presidente da Associação Rio-Grandense de Propaganda (1975-1976) e um dos fundadores do Sindicato das Agências de Propaganda. Presidiu o 1º Congresso Gaúcho de Propaganda, considerado "Fato do Ano" pelo Prêmio Colunistas do Brasil (1975). Atuou como Juiz Classista do Tribunal Regional do Trabalho da IV Região, representando as Agências de Propaganda (1998-1999). Foi responsável por importantes trabalhos e campanhas na área do marketing político, no Rio Grande do Sul.
 
Na seara do jornalismo,  foi diretor do Jornal Especial, que circulava encartado nos principais jornais do interior do Rio Grande do Sul, e, desde 2002 até o ano de sua morte, escreveu a página Portal Mix, que circulou em 12 regiões do Rio Grande do Sul, como parte integrante de vários de seus principais jornais.
 
Além disso, tem diversos livros publicados, com predileção pelo gênero da crônica.
 
Faleceu em 06 de outubro de 2016, aos 72 anos de idade.