NOTÍCIAS

Finalistas do Prêmio Academia Rio-Grandense de Letras 2020

22 de novembro de 2020

Divulgamos, a seguir, por categoria e em ordem alfabética, os finalistas do Prêmio Academia Rio-Grandense de Letras 2020. Os vencedores serão conhecidos em cerimônia virtual que será realizada em 14 de dezembro de 2020, às 20h. Mais informações em breve.

TESE OU DISSERTAÇÃO: TROFÉU DYONÉLIO MACHADO

1. AS IRONIAS DE DYONÉLIO MACHADO EM “O LOUCO DO CATI” – JONAS KUNZLER MOREIRA DORNELLES – UFRGS

2. CONTINUIDADE E PRESENÇA: OS LIMITES IMPRECISOS ENTRE O SER E O ESPAÇO NA NARRATIVA “SATOLEP” – FÁBIO ANTÔNIO DIAS LEAL – UNIRITTER

3. PRODUÇÃO E RECEPÇÃO DE ANÁLIA VIERIA DO NASCIMENTO NO “ALMANAQUE DE LEMBRANÇAS LUSO-BRASILEIRO” (1871-1898) – REBECCA DEMICHELLI SAMPAIO – UCS

POESIA: TROFÉU ALCEU WAMOSY

1. APENAS POR NÓS CHORAMOS – ANNA MARIANO – PENALUX

2. ESCONDERIJO DA NUVEM – CARLOS NEJAR – CLASS

3. NENHUM AMOR IGUAL AO MEU – ÁLVARO SANTI – PATUÁ

NARRATIIVA CURTA: TROFÉU SIMÕES LOPES NETO

1. COMO SE MATA UMA ILHA – PRISCILA PASKO – ZOUK

2. DOMANDA NÍSIO – EMIR ROSSONI – TELUCAZU

3. PROSA PEQUENA – AMÍLCAR BETTEGA - ZOUK

LIVRO PARA A INFÂNCIA: TROFÉU CARLOS URBIM

1. O BAÚ DOS CONTOS DE FADAS – MARISTELA SCHEUER DEVES – LORIGRAF

2. O FANTASMA DO RELÓGIO – ATHOS BEUREN – AVEC EDITORA

3. TARRAVETA – DANIEL CASSOL E CARLA PILLA – EDIÇÃO DO AUTOR

ROMANCE: TROFÉU ALCIDES MAYA

1. BERÇO DE JUDAS – JEFERSON ASSUMÇÃO – TAVERNA

2. DOZE LIÇÕES – DANIELA KERN – CLASS

3. ILHADOS – VICTOR HUGO RODRIGUES VIANNA – CARNIVAL

CRÔNICA: TROFÉU APOLINÁRIO PORTO ALEGRE

1. A INVEJA NOSSA DE CADA DIA E OUTRAS REFLEXÕES CRÔNICAS – MARTA LEIRIA – METAMORFOSE

2. A PORTA DO CHAPÉU – CELSO GUTFREIND – CLASS

3. NAVEGADOR DE BARCO DE PAPEL – JORGE FINATTO – EDIÇÃO DO AUTOR

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 23

Caldas Júnior

(por Zélia Helena Dendena Sampaio)

 Francisco Antônio Vieira Caldas Júnior nasceu em Porteiras, município de Vilas Nora, Sergipe, em 13 de dezembro de 1868, filho de Francisco Antônio Vieira Caldas e Maria Emília Wanderlei Caldas. O primário foi feito em casa com o auxí lio dos professores particulares Antônio Lago e Guilhermina Lima em Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, para onde a su família se mudou em 1872.

Concluiu o secundário em Porto Alegre no Colégio São Pedro em 1883. Foi de 1885 a 1888 revisor e...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo