NOTÍCIAS

INTENSAS ATIVIDADES NA SEDE DA ACADEMIA

26 de abril de 2024

      Como sempre, esteve movimentada mais uma edição do projeto Quinta às 5, com palestras realizadas por acadêmicos.

      José Eduardo Degrazia falou sobre movimentos de grupos literários do Rio Grande do Sul, em especial do GRUPO VEREDA, do qual ele participou. O palestrante explicou que o Vereda e outros grupos de escritores tiveram muita relevância durante os tempos do regime militar, resistindo com livros e ideias libertárias, sempre com riscos de suas vidas. Mas a liberdade venceu, afirmou o poeta.

      Logo após o conhecido escritor José Carlos Rolhano Laitano autografou seu novo romance policial, 3 minutos para morrer, pela Bestiário.

      Igualmente a recém eleita acadêmica, professora Zilá Bernd – tomará posse em maio próximo – doou livros de sua autoria para a biblioteca de nossa Academia.

      Os 17 acadêmicos e mais os visitantes receberam o recado de boas-vindas do presidente Airton Ortiz, ainda em viagem pela Europa e Cuba, escrevendo seu novo livro.

(Rossyr Berny)

arlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarl
anteriorANTERIORanteriorpróximaPRÓXIMApróxima todasTODAStodas

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 35

Roque Callage

Roque Oliveira Callage nasceu em Santa Maria, Rio Grande do Sul em 15 de março de 1888, filho de Luís Callage e Maria Oliveira Callage. Estudou apenas o primário cm sua cidade natal. Foi de 1902 a 1907 caixeiro da cooperativa da VFGRS de Santa Maria. Foi, ainda, professor particular em Santa Maria no ano de 1907.

No jornalismo, redigiu O Combatente, O Estado e fundou e diri-giu as revistas O Boêmio, em 1911, e O Estudante, em Santa Maria, lim São Gabriel foi funcionário da Intendência Municipal, diretor do Diário da Tarde de...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo