NOTÍCIAS

Tabajara Ruas eleito para a Academia de Letras

08 de fevereiro de 2024

O reconhecido escritor e cineasta, uruguaianense de nascimento, Tabajara Ruas, foi eleito com ampla maioria na disputa com outros importantes concorrentes a uma vaga na Academia Rio-Grandense de Letras, Cadeira 17, tendo como patrono o escritor Timóteo Faria Corrêa, cadeira esta anteriormente ocupada por Heino Willy Kude.

Além da reconhecida qualidade literária, o número de livros publicados serviram para que sua escolha acontecesse de maneira significativa pelos acadêmicos que votaram na eleição do dia 12 de janeiro passado.

À sua obra literária igualmente somam-se importantes filmes criados a partir de diversos livros seus – uma vez que Tabajara Ruas é igualmente reconhecido cineasta brasileiro. Destacam-se, entre outros, A cabeça de Gumercindo Saraiva, Netto perde sua alma, Senhores da Guerra, Perseguição e cerco a Juvêncio Gutierrez.

Com uma obra enriquecida por inúmeros títulos e diversos filmes, Tabajara foi o Patrono da recente 69ª Feira do Livro de Porto Alegre.

 Em breve anunciarmos a data da posse de Tabajara Ruas.

arlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarlarl

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 32

Pedro Velho

Pedro de Castro Velho nasceu em Cachoeira do Sul, Rio Grande do Sul, em 29 de junho de 1879, sendo filho de Francisco Velho e Dulce de Castro Velho. Poeta boêmio nunca teve ocupação certa. Foi um dos mais populares da geração literária de seu tempo em Porto Alegre. Faleceu em Porto Alegre, capital gaúcha, no dia 06 de setembro de 1919.

Bibliografia: Ocasos, versos, Porto Alegre, Livraria Americana, 1906. 2a. Edição com acréscimos, póstuma, Porto Alegre, Globo, 1920. Inéditos e esparsos de Pedro Velho publicados por Walter Spalding...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo