NOTÍCIAS

Academia Rio-Grandense de Letras recebe originais de Ari Martins

09 de fevereiro de 2021

Nesta segunda-feira, dia 09 de fevereiro de 2021, Rafael Bán Jacobsen, presidente da Academia Rio-Grandense de Letras, visitou a Cinemateca Capitólio para formalizar o recebimento de um volume encadernado contendo originais do intelectual Ari Martins, que pertenceu à Academia, onde ocupou a Cadeira 28 até 1971, ano de seu falecimento. O volume, intitulado “Estudos de Literatura”, compreendendo “Estudos de Literatura Brasileira” e “Estudos de Literatura Sul-Rio-Grandense”, foi doado à Cinemateca por Ivan Martins, filho de Ari Martins, junto a outros e mais numerosos escritos a respeito de cinema, os quais passarão a compor o arquivo do Capitólio.

Em busca de um destino mais adequado para o material que trata de literatura, a Cinemateca legou-o à Academia. Agora, os originais de Ari Martins serão incorporados ao acervo do Memorial dos Imortais, ficando à disposição dos pesquisadores. O volume contém diversos textos escritos por Ari Martins na década de 1930, muitos deles inéditos, incluindo verbetes sobre escritores, artigos publicados em jornais, discursos proferidos em cursos e sessões da Academia Rio-Grandense de Letras, relatórios sobre ações do sodalício entre outros.

arlarlarlarlarlarlarlarl

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 33

César de Castro

João César de Castro nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 8 de fevereiro de 1884, filho de Antônio Geresino de castro e Henriqueta Lindner de Castro. Estudou na Escola Preparatória de Rio Pardo em 1899, na Escola Militar do Realengo no Rio de Janeiro, sendo desligado da mesma em 1904 por má conduta. Concluiu em 1908 na Escola de Guerra de Porto Alegre o curso militar. No curso do Estado Maior do Exército, obteve o grau de engenheiro geógrafo, cursando em seguida aperfeiçoamento no Exército. Em 1925, formou-se médico pela Faculdade...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo