CADEIRA 24

ACADÊMICOSQUADRO ACADÊMICO

Christian David

Christian David é graduado em Biologia e pós-graduado em Literatura Brasileira pela UFRGS. Participante e organizador de diversos movimentos que procuram valorizar a literatura como a Confraria Reinações e a Odisseia de Literatura Fantástica. Já recebeu diversos prêmios como o Prêmio Saraiva 100 anos, Prêmio AGES, Prêmio Off-flip, Prêmio Sintrajufe-RS pelo conjunto da obra, Prêmio Cidade de Passo Fundo, Troféu Carlos Urbim (Prêmio ARL), inclusão no Catálogo de Bolonha, Acervo Básico da FNLIJ e Selo Altamente Recomendável da FNLIJ, além de Finalista do Prêmio Açorianos e Prêmio AEILIJ. Ministra, na Metamorfose Cursos, o curso "Escrevendo para Crianças e Jovens".

Obras publicadas:

  • O Monge Rei e o Camaleão, Fumproarte, Porto Alegre, 2006, 2ª Edição, Besouro Box, Porto Alegre, 2013.
  • Mão dupla, Artes e Ofícios, Porto Alegre, 2008 (Catálogo de Bolonha 2009).
  • Sangue de barata, Editora Paulinas, São Paulo, 2012.
  • A menina que sonhava com os pés, Editora Gaivota, São Paulo, 2013 (Prêmio AGES Livro do Ano 2014, Categoria Infantil).
  • O filho do açougueiro e outros contos de terror e fantasia, Besouro Box, Porto Alegre, 2013.
  • Rita tem medo, Abacatte Editorial, Belo Horizonte, 2014 (Melhores do Leiturinha 2017).
  • Destrava-línguas e outros poemas, Editora Saraiva, São Paulo, 2015 (Prêmio Saraiva 100anos 2014, Catálogo de Bolonha 2016, Selo Altamente Recomendável da FNLIJ, Prêmio AGES Livro do Ano 2016 na Categoria Infantil).
  • Sangue Real, Editora Off-flip, 2016 (Prêmio Off-flip Livro Infantil 2015, Finalista Troféu Carlos Urbim – Prêmio ARL).
  • Filme Proibido e outros minicontos, Editora Physalis, Passo Fundo, 2017 (Prêmio Cidade de Passo Fundo 2017, categoria contos, Finalista Prêmio Açorianos 2017, categoria juvenil, Acervo Básico FNLIJ).
  • O Centauro Guardião, Panda Books, São Paulo, 2017 (PNLD 2018, Minha Biblioteca Prefeitura de São Paulo).
  • Naquele Ano, Editora Paulinas, São Paulo, 2017 (PNLD 2020).
  • Quintal de Sonhos, Editora do Brasil, São Paulo, 2018, (Finalista Prêmio AEILIJ 2018, Finalista Prêmio AGES 2019, Acervo Básico FNLIJ, Troféu Carlos Urbim da Academia Rio-Grandense de Letras).
  • Mortos na Estofaria, Editora BesouroBox, Porto Alegre, 2018.
  • Três finais de um jacaré, Editora Physalis, Passo Fundo, 2019 (Prêmio Cidade de Passo Fundo 2019, Finalista Prêmio AGES 2020, categoria infantil).
  • Caos na Escola, Editora do Brasil, São Paulo, 2019 (Finalista Prêmio AGES 2020, categoria juvenil).
  • Poemas de não amor, Editora Patuá, São Paulo, 2019.
  • Gelatina de Graça, Coleção Banco de Histórias, Editora Borunga, Porto Alegre, 2020.
  • O Dilema dos Juros de Chocolate, Coleção Banco de Histórias, Editora Borunga, Porto Alegre, 2020.
  • Uma Casa para Borunga, Coleção Banco de Histórias, Editora Borunga, Porto Alegre, 2020.
  • O Sumiço do Videogame, Coleção Banco de Histórias, Editora Borunga, Porto Alegre, 2020.
  • O Clube do Hamster, Coleção Banco de Histórias, Editora Borunga, Porto Alegre, 2020.
  • O Anel Cardinale: As Aventuras de Fabrício Bomtempo (HQ), Editora Phisalis, Libretos Editora. Passo Fundo. 2020 (Prêmio Le Blanc 2021, categoria HQ publicada por editora, Finalista Trofeu Angelo Agostini).
  • Os Três Medos, Gulliver Editora, Belo Horizonte, 2020 (Finalista do Troféu Carlos Urbim do Prêmio da Academia Rio-Grandense de Letras 2021).
  • Fabrício Bomtempo e as Relíquias Impossíveis, Editora Physalis, Passo Fundo, 2021.
  • E fiquem bem, Editora Physalis, Passo Fundo, 2022.

Destaques:

  • Texto selecionado pelo FUMPROARTE em 2006 (O Rei e o Camaleão).
  • Livro selecionado para o Catálogo de Bolonha 2009 (Mão Dupla).
  • Selecionado no Concurso Histórias de Trabalho da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre em 2009.
  • Selecionado no Concurso Poemas no Ônibus e no Trem da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre em 2012 e 2013.
  • Prêmio AGEs Livro do Ano - Categoria Infantil - 2014 (A menina que sonhava com os pés).
  • Prêmio Saraiva 100 anos - Categoria Poesia para Crianças, em 2014 (Destrava-línguas e outros poemas).
  • Selecionado no Concurso Poemas no Ônibus 2015, de Cachoeirinha.
  • Prêmio Off-flip de Literatura 2015 - Categoria Infantil (Sangue Real).
  • Livro selecionado para o Catálogo de Bolonha 2016 e Selo Altamente Recomendável da FNLIJ (Destrava-línguas e outros poemas).
  • Prêmio AGEs Livro do Ano 2016 - Categoria Infantil (Destrava- línguas e outros poemas).
  • Troféu Palavra Viva 2016 concedido pelo Sintrajufe - RS.
  • Premiado no Concurso SABA de Contos em 2017.
  • Prêmio Cidade de Passo Fundo 2017 na Categoria Contos (Filme Proibido e outros Minicontos).
  • Melhores do Leiturinha de 2017 (Rita tem medo).
  • Finalista Açorianos 2017 na Categoria Juvenil (Filme Proibido e outros Minicontos).
  • Menção Honrosa no Concurso Lila Ripoll de Poesia em 2018.
  • Finalista Prêmio SESC – DF em 2018.
  • Finalista Troféu Carlos Urbim, da Academia Rio-Grandense de Letras (Sangue Real) em 2018.
  • Livro Selecionado para o Acervo Básico da FNLIJ (Filme Proibido e outros minicontos) em 2018.
  • Finalista Prêmio AEILIJ 2018 (Quintal de Sonhos).
  • Menção Honrosa Concuros LEIAJF de Contos Infantis 2019.
  • Finalista Prêmio AGES 2019 na Categoria Juvenil (Quintal de Sonhos).
  • Livro Selecionado para o Acervo Básico da FNLIJ (Quintal de Sonhos) em 2019.
  • Prêmio Cidade de Passo Fundo 2019 na Categoria Conto (Três finais de um jacaré).
  • Troféu Carlos Urbim, da Academia Rio-grandense de Letras (Quintal de Sonhos) em 2019.
  • Finalista Prêmio AGES 2020, categoria infantil (Três finais de um jacaré).
  • Finalista Prêmio AGES 2020, categoria juvenil (Caos na Escola).
  • Prêmio Le Blanc 2021, categoria HQ publicada por Editora (HQ "O Anel Cardinale: As Aventuras de Fabrício Bomtempo").
  • Finalista Prêmio Le Blanc 2021, categoria sequência de tiras (Tirinha "Mosco Tosco").
  • Finalista Troféu Carlos Urbim do Prêmio da Academia Rio-Grandense de Letras 2021 (Os Três Medos).
  • Finalista Prêmio Ângelo Agostini (HQ "O Anel Cardinale: As Aventuras de Fabrício Bomtempo").

Mais informações no site do autor: http://www.christiandavidescritor.com/

continue lendoVOLTARcontinue lendo

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 39

Francisco Ricardo

(por Francisco Pereira Rodrigues)

Retrospecto histórico:

Em 1º de dezembro de 1901, é fundada a Academia Rio-Grandense de Letras. Em 10 de abril de 1910, é criada a Academia de Letras do Rio Grande do Sul por egressos da Academia Rio-Grandense de Letras.

Em 20 de outubro de 1932, é fundado o Instituto Rio-Grandense de Letras. Entre os seus componentes figura Dario de Bitencourt, que, apaixonado pela literatura de Francisco Ricardo, resolve homenageá-lo como Patrono de sua Cadeira.

Em 1934, João Maia...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo